sexta-feira, junho 30, 2006

Desabafo...

“Dias assim...”

Em dias assim, como esses, de calor e correria, me pergunto por que deixamos nossos sonhos fugir tão calmamente pela janela da esperança?
Vê-los voar pela janela larga e emoldurada do medo que cerca minha vontades de mudar e finalmente seguir o coração fazendo-se cumpri meus sonhos mais desejados é um verdadeiro ato de covardia, um atentado ao pudor da coragem que faz bater o coração.
É muito bom conviver com o que podemos tocar e conquistar facilmente, com os passos dados no cotidiano, nem sempre tão fáceis, mas possíveis, o relógio novo, a roupa de marca, o carro importado, a viagem aos confins das ilhas Malvinas, a bela casa planejada e o orgulho de mostrar a todos que tudo isso é seu, só seu. Enquanto você, continua imerso em solidão, ou no mínimo, rodeado de pessoas que só estão ao seu lado para possuir o que tens de menos valioso. Mas mesmo assim seu sorriso continua presente incondicionalmente, pois é disso que você gosta e é isso que te satisfaz.
Gostaria de pensar assim, porém minha imaginação e às vezes inocência não deixa.O desejo pelo poder do tudo, não me anima. Acho que carrego em mim uma infância permanente, onde ainda ouço Toquinho na voz da minha mãe e sonho o ano inteiro com um Natal que há de vir para reunir toda a família e esperar o Papai-Noel com o presente da esperança trazendo um ano mais feliz e o deixando debaixo da minha cama. Isso me faz feliz. Isso me faz chorar, mas não de tristeza e sim da mais pura e incontida alegria. Esses sonhos quero ensinar aos que virão, ensinar aos meus filhos os verdadeiros valores de coração que não se compram e muito menos se vendem.
Às vezes penso que deveríamos usar o relógio não para somente marcar o tempo da reunião, mas também para esquecer do tempo marcado e assim ficar mais tempo junto de nossa família, dos amigos e do nosso amor, esses que tanto nos amam e nos fazem felizes por estarem ao nosso lado nessa vida merecem todo nosso tempo. A roupa pode ser qualquer uma, as pessoas nos acham linda pelo que somos, por gestos oferecidos, sorrisos e carinho que espalhamos com o que Deus nos fez. O melhor carro e o mais potente é o nosso pensamento que vai e volta quantas vezes quiser e para onde desejarmos ir, melhor ainda, sem trânsito, engarrafamento ou uso de combustível e quando usamos para o bem, ele vai longe... A viagem não precisa ser para longe para ser inesquecível, podemos ir a Guaramiranga tomar banho de cachoeira, andar despreocupado na chuva da madrugada bebendo vinho e ouvindo boa música entoada pelos violões na praça. Ah, mas não podemos esquecer de levar o agasalho e o melhor e mais quentinho é aquele abraço repleto de aconchego e amor. A casa não é sempre tão bela quando pouco se pode passar em seus cantos bem planejados e principalmente se nesses momentos estamos acompanhados da solidão. Já fiz algumas dessas fantasias reais, outras ainda estão por vir...asssim eu espero.

Não posso julgar e nada mesmo posso dizer, pois eu, também sou escrava dessas paredes que me amarram a uma cadeira suja no canto da sala. Mas, desse canto posso ver meus sonhos encontrarem os seus e juntos passarem pela larga janela do medo para encontrar o estreito caminho que nos leva a tão sonhada felicidade.

Lua


3 comentários:

Rebeca disse...

Excelente!!! Acho que é o que a maioria de nós sentimos também. Não perca a esperança de mudar as coisas, não páre de sonhar, enfrente seus medos. A vida acontece agora, não deixe pra amanhã. Grande beijo.

Rebeca disse...

olha quem fala hein?!! KKKK Talvez seja meu inconsciente pedindo pra eu seguir esses conselhos também. Mas tem uma coisa que me orgulho, sou desapegada das coisas materiais. Um bom começo não?!

somebody disse...

酒店經紀人,菲梵酒店經紀,酒店經紀,禮服酒店上班,酒店小姐,便服酒店經紀,酒店打工,酒店寒假打工,酒店經紀,酒店經紀,專業酒店經紀,合法酒店經紀,酒店暑假打工,酒店兼職,便服酒店工作,酒店打工經紀,制服酒店經紀,專業酒店經紀,合法酒店經紀,酒店暑假打工,酒店兼職,便服酒店工作,酒店打工,酒店經紀,制服酒店經紀,酒店經紀