sábado, maio 20, 2006

Café










Cheiro de café
Esquenta em meu corpo
...tua presença...

Mancha que não me sai
Da roupa
Da cama
Da boca

Aroma que vem da cozinha
Enfeita os passos
Que dançam em direção a cama

Mistura que apura
O gosto do oposto
...no pescoço...

Luz branda
Que ilumina a chama
Esquenta o café

Enquanto queimo meu corpo
No amor do teu corpo
Nesse canto manchado
Do espaço

...te amo...