quarta-feira, dezembro 07, 2005

Sempre Aqui...

Sempre
Aqui...

Dormi logo para te encontrar de novo
Pensei nas lembranças,
Senti teu cheiro,
Chorei dormindo,
Sonhei contigo...
Em sonho tudo se alcança;
Nele pintei um altar
Desses majestosos,
Repletos de aspirações;
Desenhei deuses,
Vontades e abstratos traços;
E diante de falas distorcidas
e verdades corrompidas
Rasguei todas tuas estórias antigas
Te fiz renascer imaculado
Só para viver ao meu lado
Com tudo que nos pertence
De mais bonito e colorido
Tudo para que você não me deixasse
Tudo para que você entendesse
Que a magia continua aqui
Mesmo refletida na escuridão
Iluminada em nossos sorrisosPelas finas gotas de orvalho
Lágrimas que vem da Lua
Que agora chora junto a nós
E desse jeito eu te conto estórias
Como se já fosse a hora de ir
Seguir esse triste caminho
Que me leva para longe de ti,
Pois sei que já não posso ficar
Mas sempre estarás aqui,
Dentro do meu olhar
E assim será...