segunda-feira, agosto 31, 2009

Samba do Amor de Sempre

Sinto um pesar que me apavora
É como se eu sentisse
Que você já vai embora
Mas sei que na verdade
Eu nunca me enganei
Que o seu coração
Sempre foi dele
Nunca meu
Eu minto pra mim mesmo
E vou tentando me enganar
Assim eu vou vivendo
A vida sem pensar na solidão
Sempre amando e perdoando
Esse seu leviano coração

Renata Maria