quarta-feira, abril 30, 2008

madrugada
.
.

sentido estranho
que estranha a face
corada de amor
de pecado
lá fora
noite tão clara
aqui dentro
tudo se refaz
em verdade

.
.

e absurdo


Renata Maria

2 comentários:

Anônimo disse...

Adorei o absurdo!

ai,ai, vc héin, moça!

Kalar disse...

See Please Here