segunda-feira, janeiro 08, 2007

Mais uma belíssima música de Simone Saback...deliciem-se!

Vai
Composição: Simone Saback

Espera aí!
Nem vem com essa estória
Eu nem quero ouvir
Não dá pra te esquecer agora
Como assim?
'Cê disse que me amava tanto ontem
Eu juro que ouvi

Calma aí!
Que diabo você tá dizendo agora?
Que onda é essa de outro lance pra viver?
Você nem pode tá falando sério...
Vivi pra você
Morri pra você

Pois então vai!
A porta esteve aberta o tempo todo
Sai!
Quem tá lhe segurando?
Você sabe voar
Pois então vai!
A porta na verdade nem existe

Sai!
O que está esperando?
Você sabe voar
Então tá bom!
É, senta e conta logo tudo devagar
Não minta, não me faça, suportar
Você caindo nesse abismo enorme
Tão fora de mim

Tá legal!
É, e eu faço o quê com a nossa vida genial?
'Cê vai viver pra outra vida e eu fico aqui
Na vida que ficou em minha vida
Tão perto de mim
Tão longe de mim

(Pois então) vai!
A porta esteve aberta o tempo todo
Sai!
Quem tá lhe segurando?
Você sabe voar
(Pois então) vai!
A porta na verdade nem existe

Sai!
O que está esperando?
Você sabe voar
Uhuu, de volta pra mim
De volta pra mim...

5 comentários:

Anônimo disse...

Lua, obrigada. Lua é um apelido bacana. A Lua rege as noites insones dos apaixonados ao mesmo tempo em que chama o sol para nos manter rios em curso. Leva e traz as marés, os grandes amores e desamores. Leva e traz sonhos e pesadelos. Se o sol nos marca a pele, a Lua nos marca a alma. Sol e Lua - pêndulos do relógio do tempo.
Bj
Simone Saback

Anônimo disse...

Linda música!!

Anônimo disse...

As músicas traduzem nossos sentimentos.
Como se desligar de pessoas que amamos muito? Fazemos planos, sonhamos,construimos uma vida. E simplesmente em determinado tempo tudo se vai...desfalece...
Difícil suportar, difícil entender.
Como se estivesse num banco de praça lendo para o seu amor com a cabeça no seu colo e ao acabar a leitura, seu amor se levanta e sai andando sem olhar pra trás e você ali, fica parado, sozinho sentado no banco sem nada entender, se pergutando no que errou. Impossível deixar de amar de uma hora pra outra.

Rebeca disse...

Acredito que todos nós nascemos com um dom. Admiro os poetas, escritores, compositores. Conseguem por em palavras nossos sentimentos.
Simone Saback, parabéns pela bela composição!!!
Lua, parabéns pelo bom gosto e por nos presentear com suas maravilhosas poesias!!!
Bj

Luiza disse...

Bacana essa forma de amar retratada na música de Simone Saback! Um amor que não se confunde com sentimento de posse. Um amor sem portas, sem chaves. Simplesmente um amor por inteiro.
Você se supera a cada escolha, Lua!
Obrigada, Lua, por mais esse lindo presente.